top of page

Rodrigo Seabra em destaque em Sturup na Fórmula Aquila 1000

Rodrigo Seabra teve um fim-de-semana de plena aprendizagem na Fórmula Aquila 1000 em Sturup na Suécia com a chuva a ser a principal protagonista. A terceira jornada do jovem piloto de 12 anos traduziu-se no nono posto na primeira corrida, o 10ª na segunda e o oitavo na terceira. Destacou-se, no entanto, por ter conseguido a segunda volta mais rápida na corrida 3 e ter rodado entre os três melhores nos treinos da manhã de domingo.


O fim-de-semana de competição começou com a qualificação no sábado, a ser uma verdadeira lotaria com a chuva a ditar as regras. Sem conhecer a pista e sem saber o comportamento do carro nestas condições, Rodrigo fez o que pôde e ‘sobreviveu’ à confusão conseguindo o nono tempo mais rápido. Um excelente resultado para um estreante.


O arranque para a corrida 1, foi muito bem-sucedido, com Seabra a passar de imediato para o sétimo lugar, mas um problema na ignição que levou o motor a desligar-se fê-lo perder quatro posições. Não conformado com a situação, procurou recuperar o tempo perdido e, rodando no tempo dos pilotos mais rápidos, subiu até ao nono lugar.


“Foi muito boa a aprendizagem à chuva. Estava algo receoso, sem saber muito bem como lidar com o carro. Mas correu bem e senti-me confiante. Na corrida, estava tudo ótimo até ao problema acontecer. Senti-me impotente, mas ciente que não podia fazer melhor”, explicou o jovem piloto da Maia.


Nas duas corridas de Domingo, os sentimentos foram destintos. Os treinos da manhã mostraram a performance de Rodrigo, que rodou sempre entre os três mais rápidos para terminar a sessão no quinto posto.


Veio depois a corrida 2 que não foi tão feliz: “Fui um bocadinho otimista logo no arranque a coloquei o carro no sítio errado. Fiquei frustrado e mais ainda por ter danificado o carro e equipa ter de correr contra o tempo para ter tudo pronto para a terceira corrida. Mas fizeram um ótimo trabalho”, continuou.


A corrida 3, foi sem dúvida a prova onde Rodrigo esteva mais à vontade e mais confiante, não fosse um problema de embraiagem: “Não fiz assim um grande arranque devido a um problema na embraiagem. Mas andei sempre muito bem, fiz várias ultrapassagens e consegui a segunda volta mais rápida da prova e o oitavo lugar final. Deixou-me muito contente, porque mostra bem a evolução ao longo do fim-de-semana”, explicou.


Três jornadas concluídas e nove corridas cumpridas. Rodrigo Seabra faz o balanço deste início da temporada: “Sinto, que aprendo mais e mais a cada corrida. Este fim-de-semana na chuva, foi toda uma nova aprendizagem. Estou a conhecer os novos circuitos e ao mesmo tempo o comportamento do carro. É muito bom quando entro em pista sinto que estou à vontade, confiante. Sinto que tenho estado a evoluir em todos os aspetos da competição. Agora já só penso na próxima prova, porque em todas encontro sempre algo de muito bom e que marca o meu percurso na Fórmula Aquila 1000”, concluiu Rodrigo Seabra, único piloto português em competição e o mais jovem de todo o pelotão.


A próxima prova do campeonato acontece em MittSverigebanan de 21 a 23 de julho.






Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page